Guias

Harmonia: A Saga das Cinco Frequências Parte 1

Harmonia: A Saga das Cinco Frequências Parte 1

História

O personagem principal de Harmonia: A Saga das Cinco Frequências Parte 1 é Harmony (Jessica Falkholt), que tem 21 anos e é órfã. Sua mãe morreu no parto, e Harmony foi criada por uma parteira que a roubou do hospital, acreditando que o bebê tinha poderes especiais. E acontece que Harmony tem um poder especial: ela pode absorver e remover o medo e a dor de outras pessoas com um toque da mão.

Vivendo em um armazém escuro e gótico, Harmony percorre as ruas à noite procurando pessoas que ela possa ajudar. Com cada pessoa que ela toca, Harmony se torna cada vez mais fraca, incapaz de suportar o peso do medo que absorveu. Somente em água corrente ela pode lavar o medo e a dor de seu corpo. Um dia, Harmony teve um encontro casual com outro milionário órfão e misterioso Mason (Jerome Meyer). Eles são atraídos magneticamente um pelo outro por forças que ainda precisam descobrir. Juntos, Harmony e Mason devem descobrir como estão conectados, enfrentando perigos ao longo do caminho.

Temas

Forças sobrenaturais; medo versus amor; ser órfão; assédio moral; suicídio; ameaça de violência; superando o medo

Violência

Harmonia tem muita violência física e psicológica. Por exemplo:

  • Alguns bandidos ameaçam e intimidam outras pessoas, usando olhares ameaçadores e linguagem agressiva e ameaçadora.
  • Quando Harmony experimenta os flashbacks do medo de outra pessoa, ela vê cenas violentas, como alguém chutando e socando um homem no rosto ou pessoas apontando armas para os outros.
  • Uma mulher entra em um beco e se prepara para se matar, segurando uma arma na própria cabeça. A harmonia intervém e a mulher não se suicida.
  • Bandidos invadem a casa de Harmony duas vezes. A primeira vez que ela está escondida nua na banheira. Eles jogam lixo e roubam o apartamento dela. A segunda vez que a encontram. Eles a amarram a uma cadeira com fita adesiva, a ameaçam e a agridem verbalmente. O líder aponta uma arma para ela.
  • Quando os bandidos capturam Harmony e a amarram na cadeira, ela começa a liberar o medo armazenado em seu corpo. O medo sai de seus dedos como um líquido preto como sangue e se acumula no chão. Isso faz com que os bandidos fiquem loucos. Um deles bate violentamente a cabeça contra um poste de metal, enquanto outro convulsiona no chão.
  • Um homem agarra Harmony pela garganta e a segura contra a parede enquanto ela engasga.

Referências sexuais

Harmonia tem algumas referências sexuais. Por exemplo:

  • Há um tom de violência sexual quando o homem no beco segura Harmony pela garganta.
  • Mason e Harmony são romanticamente atraídos um pelo outro, se apaixonam e se beijam.

Álcool, drogas e outras substâncias

Harmonia implica algum uso de substâncias. Por exemplo, parece que os bandidos estão usando substâncias de algum tipo, embora isso não seja mostrado.

Nudez e atividade sexual

Harmonia implica alguma nudez. Por exemplo, há cenas em que Harmony está na banheira e sem roupa, mas essas cenas não mostram seus seios ou órgãos genitais.

Colocação do produto

Nenhuma preocupação

Linguagem grossa

Nenhuma preocupação

Ideias para discutir com seus filhos

Harmonia: A Saga das Cinco Frequências Parte 1 é um filme de fantasia de terror adolescente gótico. Tem temas muito sombrios e é mais adequado para adolescentes mais velhos do que para menores de 15 anos. Há muita tensão psicológica e ameaças de violência.

Vale a pena estar ciente de que o ator que interpreta Harmony morreu em um acidente de carro logo após as filmagens. Alguns adolescentes podem querer conversar sobre isso com você.

A principal mensagem deste filme é que o amor pode superar o medo.

Os valores deste filme que você pode reforçar com seus filhos incluem:

  • ajudar os outros, mesmo por sua conta e risco
  • não ter medo de forças desconhecidas
  • cuidar de si mesmo em situações perigosas.

Este filme pode dar a você a chance de conversar com seus filhos sobre questões da vida real, como:

  • comportamento ameaçador e ameaçador
  • suicídio e tristeza.