Em formação

Em casa a lei é feita pelos pais

Em casa a lei é feita pelos pais



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

A constituição é a lei de um Estado, é superior às demais leis, marca os direitos e as liberdades dos cidadãos, estabelece os mecanismos de participação pública e a forma de governo. As normas constitucionais são aquelas que determinam o fundamento da ordem jurídica, política, pública, econômica, social e dos deveres e direitos de seus cidadãos.

Isso soa como algo para você? Deveria, porque é o que fazemos todos os dias, e isto é, em casa, a constituição é feita pelos pais. Impomos as regras e limites aos nossos filhos, definimos as regras a seguir e a ordem que os deve orientar. Parece importante, mas é assim em casa ... Nós somos a lei!

Imagine um desses juízes com bata e martelo que de seu púlpito impõe leis e dá sentença ao acusado. Bem, é assim que estamos em casa, sim, sem bata, sem marreta e sem púlpito. Mas lá estamos nós, picareta e pá, impondo leis sobre nossos filhosEmbora pareça muito autoritário, ainda é uma realidade.

Os pais criam regras e regulamentos que nossos filhos devem seguir. Cada pai cria o seu, alguns pensam que o mais importante é que os filhos façam o possível para tirar boas notas e outros acreditam que o mais importante é o respeito na família.

Mas o que acontece se não introduzirmos leis em casa? Da mesma forma que na vida fora de casa, anarquia, ou seja, falta de liderança, caos, falta de controle ... Em casa, criar uma hierarquia horizontal que não comprometa a liberdade dos outros é muito idílico e eu acho, contraproducente em o caso das crianças.

Nossos filhos precisam dessas regras e regulamentos para crescer e se desenvolver na sociedade, para viver com outras pessoas, para conhecer seus direitos, mas também suas obrigações, de respeitar e ser respeitados.

- Não devemos criar uma lista enorme de regras para as crianças, elas não são máquinas e também estão em plena fase de aprendizagem, deixe-as aprender aos poucos.

- Devemos explicar claramente o que esperamos deles. Essa coisa de "comporte-se" é muito difusa. Podemos ter uma reunião de família em que explicamos as 3 coisas que eles têm que realizar, por exemplo, não bater, limpar o quarto e fazer o dever de casa. Podemos colocá-lo no papel para que todos os membros da família assinem. Vamos nos lembrar das regras com freqüência.

- Quando as crianças não seguirem as regras que estabelecemos, iremos colocar consequências educacionais. Eles devem saber o que acontecerá se não limparem o quarto ou fazerem o dever de casa. Não se trata de punição, mas de ensinar-lhes as consequências de suas ações.

- Não é necessário estabelecer uma hierarquia absolutista, podemos dar opções aos nossos filhos e deixar-lhes um espaço de liberdade para que possam escolher. "Você tem que se vestir, quer escolher suas roupas ou eu?"

- Discutir tudo o que dizemos ou esperamos é contraproducente, especialmente em certas idades, mas é importante explicar em algumas circunstâncias, por que não deveriam se inclinar para fora da janela ou beber muita água fria se estiverem suando? Devemos alertá-los e alertá-los dos perigos.

- Nós temos que ser firmes em nossas decisões, Se eles nos virem dúvida, pode ser usado para realizar um "pequeno golpe".

Você pode ler mais artigos semelhantes a Em casa a lei é feita pelos pais, na categoria de Educação Presencial.


Vídeo: A afinidade e a sua lei (Agosto 2022).