Em formação

Porta-bebês. Diferentes sistemas de carregar o bebê nos braços

Porta-bebês. Diferentes sistemas de carregar o bebê nos braços

Hoje, existem cada vez mais tipos de porta-bebês tradicionais e modernos no mercado. Apesar das diferenças entre eles, ao decidir sobre um em particular, teremos que verificar se ele atende a alguns princípios básicos.

Cada sistema de transporte diferente oferece uma série de vantagens para o bebê e para os pais, que estão diretamente relacionadas ao conforto ao transportar o bebê em movimento e à forma de posicionamento.

1. Você deve garantir a postura correta do bebê: Quadris e joelhos dobrados em posição de "rã", de modo que as costas fiquem ligeiramente curvadas e o bebê fique sentado e não pendurado.

2. Deve ser confortável: Tanto para os pais quanto para o bebê, o portador de bebê deve dar uma sensação de conforto, tanto no início, na forma como se ajusta ao corpo de ambos, quanto no final, quando estamos carregando o bebê há algum tempo. As alças devem ser largas e não penetrar no pescoço, para distribuição adequada do peso. Para bebês com menos de quatro ou cinco meses, a mei tai e a mochila devem ter um apoio de cabeça especial.

3. Deve ser ajustável: deve ser capaz de se ajustar e se ajustar bem ao corpo do usuário. Devemos verificar se, ao nos abaixarmos, o bebê não se desprende do seu corpo. Em relação à altura, o bebê deve permanecer na altura do peito.

4. As possibilidades do portador de bebê: Nossa escolha pode variar, se apenas uma pessoa puder carregá-lo ou quem quiser carregar o bebê poderá usá-lo. Devemos levar em conta por quanto tempo o usaremos, se será usado pela mamãe e pelo papai ou apenas um dos dois para escolher o que melhor se adapta às nossas necessidades.

Na hora de comprar qualquer porta-bebês, devemos estar atentos aos manuais que acompanham, pois alguns até vêm com um DVD que explica com demonstrações a melhor forma de colocá-lo corretamente e da maneira mais simples.

É uma tira de tecido ligeiramente elástica com 50 a 70 cm de largura e 5 m de comprimento.

Vantagem:
1. Muito fácil de ajustar e confortável.
2. Permite primeiro dar o nó e depois colocar o bebé, pois é ideal para pais inexperientes.
3. É muito macio, ideal para a pele sensível dos recém-nascidos.
4. Pode ser usado por qualquer pessoa (não tem tamanho).

Desvantagens:
- Dos 8-9 Kg de peso do bebê tendem a dar mais e são menos confortáveis.

É um tecido feito para transportar bebês. Seu comprimento dependerá da tez do portador (entre 3 e 6 metros). A partir dos 18 meses, mais ou menos, é aconselhável usar um lenço firme e grosso.

Vantagem:
1. Pode ser usado desde o primeiro dia até mais de 3 anos.
2. É o mais versátil porque permite diferentes posições.
3. O suporte é ótimo: o corpo do bebê fica totalmente preso ao do adulto e o tecido distribui o peso sobre os ombros.
4. Não deforma com o uso.

Desvantagens:
- Você tem que praticar, pois é um tecido de grande comprimento.

Tipos: kikuyu, didimos

É um tecido como uma bolsa. Pode ser usado desde o primeiro dia na posição de berço. Quando o bebê tiver o controle da cabeça e parte das costas, ele será carregado até o quadril, posição mais recomendada.

Vantagem:
1. Ocupa muito pouco espaço e é o mais rápido de colocar e tirar.
2. Muito fácil de usar.

Desvantagens:
- O peso está em um ombro.
- Você tem que escolher o seu tamanho, embora alguns já possam ser ajustados.

Tipos: bolsa, bolsos

Faixa de tecido com 70 cm de largura e dois anéis metálicos por onde passa o tecido.

Vantagem:
1. Graças aos anéis pode muito bem ser ajustado.
2. É muito fácil de usar, principalmente para amamentar de forma discreta e confortável. Permite diferentes posições.
3. Pode ser usado desde recém-nascidos, no berço ou na posição vertical, até crianças maiores, na cintura ou nas costas.

Desvantagens:
- O peso está em um ombro.
- Deve ser sempre ajustado.

Tipos: tonga, assento de quadril.

Tradicional porta-bebês asiática, é um retângulo de tecido com quatro alças largas.

Vantagem:
1. Permite viagens longas porque o peso é bem distribuído.
2. Pode ser usado do nascimento aos 3-4 anos, embora o ideal seja a partir dos 4 meses.
3. O bebê pode ser carregado na frente, nos quadris ou nas costas.
4. É muito legal, leve e confortável.

Desvantagens:
- O recém-nascido tem que carregar as pernas em "m" e um suporte para a cabeça.

Mochila que respeita a postura natural do bebé ou criança.

Vantagem:
1. Confortável e fácil de usar, recomendado para longas excursões.
2. Os pais gostam muito porque tem um estilo mais masculino. Ele permite que a criança seja transportada confortavelmente desde o nascimento até 15-20 kg de peso.

Desvantagens:
- A postura ideal é de 5 a 6 meses com as pernas do bebê para fora (dependendo do modelo).
- Não é barato, mas se paga.
- Alguns precisam de redutor ou almofada para se adaptarem.

Tipos: ergobaby, manduca, bandollini de Hoppediz, marsupi plus, portador de bebê ...

Você pode ler mais artigos semelhantes a Porta-bebês. Diferentes sistemas de carregar o bebê nos braços, na categoria de Porting on site.


Vídeo: Bolsa Canguru para Transportar bebê (Novembro 2021).