Em formação

Chaves para desenvolver a dieta da felicidade para crianças

Chaves para desenvolver a dieta da felicidade para crianças

A hora das refeições para as crianças pode ser qualquer coisa, desde o prazer até o inferno ou qualquer ponto intermediário. Porém, o que muitos pais não possuíam é o fato de a comida ser capaz de afetar o temperamento e o comportamento dos mais pequenos.

Estudos recentes no campo da neurociência sugerem que algumas refeições ou alimentos podem influenciar o humor ao fornecer macro e micronutrientes. Estas são as regras para desenvolver a dieta da felicidade para crianças.

A dieta da felicidade para as crianças, como poderíamos chamá-la, inclui alimentos ricos em micronutrientes como algumas vitaminas (A, B12, D, E e ácido fólico entre outros) ou minerais como iodo, magnésio, cálcio e ferro. Além disso, fibras e ácidos graxos ômega 3 podem ajudar a atingir o objetivo desejado. A ação de ingerir esses nutrientes consegue interligar três áreas do cérebro, uma relacionada à capacidade mental, outra emocional e a última com capacidade física que, juntas, permitem que o corpo alcance o bem-estar.

As 4 regras principais nas quais se baseia a dieta da felicidade para crianças são:

- Reduza a quantidade de alimentos processados ​​e refinados que você oferece aos seus filhos, para que a alimentação seja o mais natural possível. A quantidade de açúcar nos alimentos processados ​​não é saudável, além de afetar negativamente a área do cérebro responsável por regular as oscilações de humor. Além disso, o excesso de açúcar estimula excessivamente o cérebro - fazendo com que a criança passe por momentos de hiperatividade - e cria dependência, para que posteriormente possa passar por uma síndrome de abstinência, com as mudanças drásticas de humor que isso acarreta.

- Ofereça mais frutas, vegetais e grãos inteiros. O conteúdo de micronutrientes de frutas e vegetais é alto. Incluindo uma grande variedade desses alimentos, obtemos uma ampla gama de vitaminas, especialmente vitaminas solúveis em água e minerais, essenciais para esta dieta. Os grãos inteiros contêm maiores quantidades de vitaminas e minerais do que seus equivalentes refinados, o que os torna mais desejáveis ​​nesta dieta também.

- Na medida do possível, a carne deve ser de origem orgânica - pecuária orgânica -, uma vez que a alimentação que recebem resulta em uma composição mais favorável de gorduras e proteínas. Além disso, o conteúdo de ingredientes artificiais (derivados químicos que possam conter) é limitado, seguindo a linha de uma dieta o mais natural possível.

- Inclui peixes com frequência, já que seu conteúdo em ácidos graxos ômega 3 é alto. A função desses ácidos graxos no cérebro é vital, facilitando as conexões necessárias - e criando novas conexões - para atingir o estado de bem-estar desejado.

A dieta da felicidade é uma opção que não só traz vantagens emocionais, mas também é saudável e natural.

Você pode ler mais artigos semelhantes a Chaves para desenvolver a dieta da felicidade para crianças, na categoria Dietas e cardápios infantis no local.


Vídeo: Criança Feliz. Feliz a Cantar!! (Julho 2021).