Em formação

5 dicas para escolher brincos de bebê

5 dicas para escolher brincos de bebê

Hoje em dia, cada vez mais pais decidem não colocar a filha na pendência. Na verdade, muitos hospitais não oferecem mais esse serviço. No entanto, ainda existem muitos pais que preferem colocar brincos em seus recém-nascidos.

Talvez você tenha alguma dúvida na hora de comprar os brincos, ou talvez nem considere algumas questões importantes antes de comprar os brincos para ela. Qual material é o melhor? Que tipo de fechamento? Você pode ter alguma forma? Revelamos todas as suas dúvidas.

1. O material dos brincos: A primeira coisa a considerar é o material dos brincos. A pele do recém-nascido é muito delicada e não está isenta de possíveis alergias. Brincos contendo níquel podem causar alergias e urticária. Sem dúvida, o melhor material para brincos de bebê é ouro (mínimo 14 quilates) e prata. São metais nobres e os que menos geram alergias. Procure sempre brincos hipoalergênicos.

2. O formato do brinco: Lembre-se de que o recém-nascido passa a maior parte do dia dormindo e, em muitos casos, dormirá de lado. Tente não fazer o brinco ter formas pontiagudas, como estrelas, ou acessórios que ficam pendurados. A melhor inclinação é o plano. Um brinco simples, redondo, plano e fino. Você terá tempo para alterá-lo mais tarde.

3. O tamanho do brinco: experimente que o brinco esteja em sintonia e proporção com o rosto do bebê. Não compre brincos muito grandes, pois podem incomodar. Se forem brincos, não seja muito grande, pois o bebê pode puxá-los e se machucar.

4. O fechamento do brinco: O melhor fecho para o brinco do bebê é a porca de rosca, pois é o mais seguro para que o bebê não possa puxá-lo. Além disso, certifique-se de que o brinco não fica saliente por trás e pode machucar o bebê. Existem outros fechos, como plástico ou a porca de pressão de plástico. Em todos esses casos, a castanha é mais suscetível a se perder. Evite que o brinco saia por trás, pois o brinco pode ser fino, mas muito afiado e prejudicar o bebê.

5. O peso do brinco: Se o brinco for muito pesado, a orelha do bebê vai doer e o buraco vai rachar. Observe que o material não é pesado.

E acima de tudo, pense que sua filha é um bebê. Procure os brincos de acordo com a idade. Quanto mais simples, melhor. E não se esqueça de mexer ou trocar de vez em quando, pois o brinco acumula sujeira nas costas.

Se você não está convencido ou convencido, deixe-a decidir se fará ou não orifícios nos lóbulos das orelhas.

Você pode ler mais artigos semelhantes a 5 dicas para escolher brincos de bebê, na categoria Recém-nascido no local.


Vídeo: COMO FURAR ORELHA DE BEBE - Mari Visconti (Dezembro 2021).