Em formação

Dicas para desmamar ou parar seu bebê

Dicas para desmamar ou parar seu bebê

Muitas mães não sabem muito bem o que fazer quando temos apenas duas ou três semanas de licença maternidade para começar a trabalhar e nosso bebê (com apenas 4 meses) está acostumado ao aleitamento materno exclusivo. Ainda é pequeno ter alimentação complementar e a adaptação à mamadeira custa-nos mais do que pensávamos. É por isso que devemos nos dar tempo.

Não é necessário que após a licença maternidade façamos um desmame completo, se não quisermos podemos seguramente manter pelo menos duas mamadas (primeira hora pela manhã e uma à noite).

Por outro lado, se preferir virar a página, leve em consideração algumas dicas. Pela minha experiência, acho que um desmame brusco não é aconselhável nem para o bebê nem para a mãe, pois, como quase tudo na alimentação do bebê, precisa de uma adaptação progressiva e do paciente. Do ponto de vista das mudanças físicas da mãe, se não fizermos um desmame lento e progressivo, é mais provável que soframos efeitos indesejáveis ​​em nossas mamas, como rigidez e dores; a súbita falta de drenagem dos ductos mamários, pode causar infecções e calcificações. Se o desmame for forçado e repentino, por motivo de força maior, devemos ir ao nosso ginecologista para podermos encontrar meios de evitar esses efeitos.

Esses distúrbios físicos não ocorrem quando diminuímos progressivamente a produção de leite por meio da redução da ingestão, que será substituída por mamadeiras ou alimentos complementares. Esta é a forma usual de amamentar nosso bebê. Em poucas semanas podemos conseguir o desmame definitivo, sem riscos para a nossa saúde e com a adaptação do nosso filho às novas formas de alimentação. Podemos seguir algumas dicas para acelerar e acostumar o bebê com seu novo plano de alimentação:

- Manter nosso vínculo afetivo (carícias, palavras e sorrisos), referindo-o a brincadeiras, ao invés de fazê-lo na hora da alimentação.

- Criar um ambiente confortável e descontraído para facilitar a aceitação de outros alimentos.

- Substitua as mamadeiras pelas mamadeiras, comece pela mais central do dia ou aquelas em que mamam menos. Não ofereça o peito no final da mamadeira e outros alimentos.

- Antecipar seus pedidos oferecendo-lhes, de forma decisiva, outras alternativas: mamadeira ou papinha.

- Tente evitar que a criança use a amamentação como chupeta, conforto ou relaxamento. Substitua-os por abraços, carinho, tranquilidade ou jogos.

- Ajude-nos com outras pessoas por sua comida.

- Deixe alguns dias na eliminação das mamadas e aproveite para eliminar aquelas em que produzimos menos leite ou não sentimos o peito muito duro.

Patro Gabaldon. Editor do nosso site

Você pode ler mais artigos semelhantes a Dicas para desmamar ou parar seu bebê, na categoria Amamentação Presencial.


Vídeo: Os 3 passos mais importantes para realizar o desmame noturno com sucesso (Novembro 2021).