Em formação

Quando o estresse faz de você uma mãe zangada

Quando o estresse faz de você uma mãe zangada

O dia a dia de muitas mães torna-se uma luta: paciência de um lado do ringue, raiva do outro. Infelizmente, o estresse traiçoeiro costuma ser combinado com a raiva, e a paciência termina em um k.o. brutal.

Isso, que parece uma tagarelice, nada mais é do que a luta diária que vivemos para ser as melhores mães. Queremos ser aquela mãe que não grita, que enfrenta os conflitos com calma, que é serena e também aplica a melhor solução em cada caso. Porém, o estresse muitas vezes nos faz ser aquela mãe zangada que grita e também dá ordens demais.

Nenhum de nós quer ser aquela mãe zangada e mal-humorada. Todas as manhãs levantamos e colocamos o contador em 0, respiramos e decidimos que hoje vai ser o dia em que tudo vai dar certo, vamos controlar a situação e teremos muita paciência. E quanto a essas auto-promessas? Eles saem pela janela na primeira troca, justamente quando um de seus filhos jogou a torrada no chão, o outro não pegou o quarto, você ainda tem 2 máquinas de lavar para colocar, um dia intenso de trabalho espera por você e Além disso, ainda por cima, você discutiu com seu parceiro.

Provavelmente nem todos os dias são um desastre absoluto, nem todos os dias temos uma cara de acelga que chega aos nossos pés, também somos aquelas mães engraçadas que fazem bobagens para fazer as crianças rirem, mães que ensinam coisas emocionantes a seus filhos, que transmitem amor e carinho e que sabem ouvi-los e compreendê-los como ninguém.

Mas, tem dias, esses dias ... quando a raiva nos domina, dizemos para as crianças frases que seria melhor a gente ter mordido a língua e acabamos punindo a criança que não abriu a boca, só porque ele estava passando. Isso, no final, nos leva a viver com frustração, queremos ser ótimas mães e acabamos sendo mães raivosas.

Menos frustração que já temos um culpado na sala ... estresse! Esse estado de exaustão mental e física que nos assombra por toda parte, que às vezes nos impomos e outras vezes eles jogam sobre nós.

Quando temos um desempenho bem acima de nossas possibilidades, e fazemos isso dia após dia, como vamos ter paciência para ser uma ótima mãe. É um fardo muito pesado. No entanto, estou convencido de duas coisas:

- Nós somos as melhores mães Quando consideramos que não queremos ser aquela mãe zangada o tempo todo, analisamos nossa atitude com os filhos, tentamos constantemente e isso vale ouro.

- É melhor ser uma mãe zangada preocupada em transmitir disciplina, estabelecendo regras, tentando fazer com que os filhos aprendam e sejam educados do que uma mãe descolada que só ri e se diverte mas não consegue dizer NÃO, impor limites ou negar nada aos filhos. Vai ser muito engraçado, tudo é festa com ela, ela nunca fica brava e nunca ralha, mas é difícil para ela ser disciplinada.

Você pode ler mais artigos semelhantes a Quando o estresse faz de você uma mãe zangada, na categoria Relacionamento in loco.


Vídeo: AULA PRÁTICA AO VIVO. COMO DIMINUIR O ESTRESSE E A ANSIEDADE NA QUARENTENA (Dezembro 2021).