Em formação

Comer fora com crianças que têm alergia alimentar

Comer fora com crianças que têm alergia alimentar

Alimentar uma criança com alergia pode ser um desafio para os pais, não só na hora de fazer compras, mas também na hora de preparar menus e, sobretudo, comer fora. A única forma de controlar as alergias é evitar a proteína que causa a reação alérgica na alimentação infantil, o que não é fácil, visto que embora os ingredientes estejam detalhados nos cardápios dos restaurantes, a lista pode não ser exaustiva. Em nosso site, oferecemos soluções sobre como comer fora de crianças com alergia alimentar.

É possível, tendo em vista que muitos restaurantes estão se atualizando para incluir entre seus pratos alguns próprios para quem sofre de alergia, que às vezes a escolha seja relativamente fácil. Porém, quando não há possibilidade de escolha de um prato específico para os alérgicos, a criança deve ser ensinada a ser extremamente cautelosa na hora de decidir o que pode ou não comer. Quanto antes aprenderem a lidar com sua alergia, melhor. Algumas dicas podem ser levadas em consideração ao comer em um restaurante:

- Alérgico a ovos: evite empanadas, empanadillas ou qualquer assado que pareça brilhante por fora, pois esse brilho geralmente é conseguido envernizando a superfície com ovo antes de assar. Os gelados e cremes congelados contêm ovos, assim como as espumas congeladas, mesmo que sejam simplesmente fruta e não natas, visto que normalmente contêm clara de ovo como estabilizador. A massa básica não contém ovos, mas a massa fresca sim, por isso certifique-se primeiro. Uma opção bastante segura são geralmente pratos vegetarianos, mariscos e peixes grelhados, que na sua maioria não contêm ovos, embora talvez não sejam os mais atrativos para o nosso pequeno restaurante.

- Alérgico ao leite: qualquer produto que contenha chocolate costuma ter leite em sua composição, cremes congelados e sorvetes, bolos feitos com massas fermentadas (brioches, roscones ...), além de diversos aromas. Também salsichas e carnes grelhadas, já que curiosamente muitos restaurantes usam manteiga para conseguir um acabamento duradouro.

- Alérgico a nozesEmbora possa parecer estranho, algumas marcas de molhos, como churrasco, usam nozes como espessante, portanto, certifique-se de que não seja o caso.

- Alérgico a peixes e crustáceos: Todos os alimentos enriquecidos ou fortificados com ácidos graxos ômega 3 são potencialmente perigosos. Isso inclui leite em pó para bebês, alguns sucos de laranja, bebidas de soja, leite e laticínios, biscoitos, cereais matinais e até ovos.

Viver com uma alergia é extremamente difícil para pais e filhos, porém, aos poucos os restaurantes vão se conscientizando das dificuldades que podem ser vivenciadas em fazer uma refeição em família e oferecer opções seguras ao mesmo tempo.

Você pode ler mais artigos semelhantes a Comer fora com crianças que têm alergia alimentar, na categoria de Alergias e Intolerâncias no Local.


Vídeo: 3 ALIMENTOS QUE DEVERIAM ESTAR NA INTRODUÇÃO ALIMENTAR MAS SÃO EVITADOS (Dezembro 2021).