Em formação

Como alimentar a criança que pratica esportes

Como alimentar a criança que pratica esportes

Quando uma criança pratica esportes depois da escola ou nos finais de semana, certifique-se de oferecer a ela um bom suprimento de energia que permita a realização dessa atividade física. Ainda mais quando se trata de atividades extremas ou muito frequentes, como o treinamento físico em níveis competitivos, seja futebol, basquete, ginástica rítmica ou balé. Em nosso site informamos como alimentar a criança que pratica atividades esportivas.

Crianças esportivas apresentam necessidades nutricionais superiores à média, pois utilizam mais energia na atividade física diária. Essas necessidades estão diretamente relacionadas ao número de horas e à intensidade do exercício físico que a criança realiza, com base nos requisitos básicos individuais de cada criança. Observe essas dicas para alimentar a criança que pratica esportes.

O mais importante nos momentos antes e após o exercício, assim como durante ele, é a manutenção da hidratação correta. Embora as crianças não tenham uma tendência visível de suar muito, o exercício físico faz com que a transpiração aumente, aumentando também as chances de desidratação. É de vital importância garantir que a criança tenha acesso a bebidas hidratantes.

A primeira opção é água, que deve estar sempre acessível. No entanto, após o exercício físico, um suprimento de vitaminas e minerais para compensar a perda que ocorre com a sudorese pode ser vantajoso. Assim, uma bebida à base de água e fruta (um sumo natural poderia fazer este serviço) pode ser uma opção a considerar. Na verdade, o suco tem a vantagem adicional de fornecer açúcar simples que pode ser benéfico para recuperar energia após o exercício. Além da água, a sudorese também perde minerais, principalmente cálcio, ferro, sódio, potássio e magnésio. O cálcio é vital para os ossos e o ferro é vital para a respiração celular e função muscular.

Embora seja necessário repor tudo o que se perdeu pela transpiração, é sempre preferível evitando bebidas esportivas ou energéticas e refrigerantes, uma vez que não são apropriados na infância. Em caso de sudorese extrema, é melhor recorrer a uma solução de reidratação oral, embora seja melhor sob recomendação médica.

Outra recomendação muito importante é não comer pouco antes do exercício físico, mas tentar deixar um espaço de cerca de 3 horas antes de uma atividade intensa. O principal motivo para essa recomendação é que o corpo usa energia para realizar a digestão e também para manter a temperatura corporal, portanto, se a digestão estiver sendo feita durante o exercício, grande parte da energia será focada nas atividades digestivas e não no exercício físico em si, sendo capaz de esgotar energia e diminuir o desempenho.

Em resumo, algo que sempre deve ser mantido em mente é:

- A criança que pratica atividades esportivas deve estar bem hidratada

- Deve-se oferecer à criança uma alimentação balanceada.

- Evite dietas com alto teor de proteína ou baixo teor de gordura

- Evite dietas excessivamente ricas em carboidratos simples.

Você pode ler mais artigos semelhantes a Como alimentar a criança que pratica esportes, na categoria Nutrição Infantil no Local.


Vídeo: Deu Match: Alimentação Saudável u0026 Prática De Atividade Física. VP Nutrição Funcional (Dezembro 2021).