Em formação

Lucas, um filho adotivo. Histórias sobre adoção

Lucas, um filho adotivo. Histórias sobre adoção

Por meio de histórias infantis, as crianças podem aprender o que é adoção, uma forma de ter filhos que está cada dia mais comum. Com esta história de 'Lucas, um filho adotivo', enviada para Guiainfantil.com por um psicólogo, será mais fácil explicar também aos filhos adotivos, qual é a sua origem e como chegaram à família, de forma natural, terna e sem drama.

Era uma tarde de inverno, fazia muito frio e chovia furiosamente. O vento soprava, soprava e soprava ... Sentados junto à lareira, as crianças María, Javier e Teresa comeram com prazer os bolos quentinhos que a avó lhes oferecia. Teresa ... paqueradora, balançando a cabeça e ajeitando as tranças, perguntou:

- Abu e Lucas ... por que você não veio hoje?

"Ele está doente", respondeu a avó. - Mas ainda temos conosco ...

- E onde está? - os meninos perguntaram, pasmos, olhando em volta.

- Aqui, perto do meu coração ...- e com um movimento rápido ela descobriu uma carta que estava escondida dentro de sua blusa, e imediatamente a colocou de volta ao lado de seu peito.

Os meninos ficaram tão intrigados que começaram a gritar:

- Vamos, abu, leia, leia!

A avó, misteriosa e inquieta, respondeu:

- Não fique impaciente ... leremos a carta mais tarde.

Javier e Teresa assentiram, mas Maria, a mais jovem, caprichosa e zangada, exclamou:

- Então ... queremos que você nos conte uma história ... agora !!

A avó, aliviada, disse:

- Gosto de contar histórias quando chove ... Você está pronto?

- Sim! - responderam os meninos.

- Bem ... me escute com cinco orelhas e me olhe com vinte olhos ..! Como todas as quintas-feiras, hoje vou contar-lhes uma história ... Mas nesta história não haverá elfos, nem bruxas, nem princesas ... Hoje vou contar-lhes uma história real ... um segredo- conto ... - murmurou ele lentamente.

Gentilmente, a avó convidou María, sua neta mais nova, a sentar-se em seu colo e, após um longo e misterioso silêncio, que os meninos acharam extremamente estranho, começou sua história:

- Você se lembra de quando Maria ainda estava na barriga da mamãe ...? Foi um dia como hoje: muito chuvoso e frio. À noite nos encontramos todos na casa do tio Pepe e da tia Luly para conhecer o novo primo ... E lá estava ele: Lucas, um bebê lindo, minúsculo, magrinho, rosado e chorando, nos braços da tia Luly, pegando sua mamadeira como um grande glutão.

Tio Pepe - quieto como sempre - olhou para ele fascinado, e tia Luly parecia orgulhosa e rechonchuda, como uma rainha feliz. Eles estavam tão felizes ... Eles finalmente se reuniram com seu filho ...! Sim! O que nós fizemos? - Quando viram o bebê Lucas, correram rapidamente para acariciar a barriga gorda da mãe. E aí estava você, Maria, dando pontapés, como se dissesse: Aqui estou, cresci, agora quero sair, brincar com meus irmãos e minha priminha!

- Vovó, e por que eu estava chutando? - Maria perguntou, muito preocupada. - Minha mãe não doeu?

FINALIZAR

Esta história foi enviada por Lic Dora Kweller (Argentina)

Você pode ler mais artigos semelhantes a Lucas, um filho adotivo. Histórias sobre adoção, na categoria Adoção no local.


Vídeo: SOMOS IRMÃOS DE VERDADE? (Dezembro 2021).