Em formação

Atividades físicas para crianças que não querem praticar esportes

Atividades físicas para crianças que não querem praticar esportes

Praticar um esporte tem muitas vantagens, como: melhorar a autoestima, a coordenação, a saúde física, etc. Além disso, quando os esportes são coletivos, isso os ajuda a aprender a trabalhar em grupos com adultos e colegas.

É, portanto, muito importante que os pais inculquem a prática de atividades esportivas aos filhos, principalmente aquelas de que as crianças mais gostam. Mas às vezes é difícil fazer as crianças praticarem esportes por muitas razões. Por exemplo, às vezes a escolha do esporte a praticar não é certa na primeira vez, outras vezes ainda não é o momento certo para começar a praticá-lo.

Embora seja difícil, os pais devem tentar encontrar uma maneira de seu filho ser ativo em uma atividade de que ele goste. Os pais devem estar abertos às propostas de seus filhos, pois eles podem querer experimentar esportes que não são oferecidos normalmente. Eles devem ser atento aos motivos pelos quais a criança não quer praticar esportes e insista em ser capaz de incutir essa prática neles.

- Você não acertou da primeira vez. Algumas crianças não encontram o esporte ideal para eles até várias tentativas. É possível que a criança pratique um esporte e, por diferentes motivos, não goste e não queira continuar praticando. É importante que os pais aceitem o que o filho decidir, pois se pressionam na escolha pode ser negativo. Os adultos devem apoiá-lo em sua decisão, já que fazer o contrário pode gerar uma rejeição ao esporte. Se você não gostou desse esporte em particular, há muitos mais que você pode experimentar. Com o tempo, você encontrará a atividade de que gosta.

- É a hora certa? Outro problema que geralmente ocorre é que a criança não se interessou pelo esporte por diversos motivos, como, por exemplo, ainda não possuir as habilidades necessárias para entender as regras que norteiam um determinado esporte. Diante disso, os pais não devem forçar ou forçar a participação de seus filhos nessas atividades específicas, mas devem estimular. Portanto, os adultos podem considerar outras opções além dos esportes até que a criança esteja pronta. A opção é utilizar jogos que mantenham a criança em movimento e, dessa forma, incentivem-na a não levar uma vida sedentária. Jogos como pega-pega, esconde-esconde ou ir ao parque para praticar o jogo livre auxiliam na movimentação e servem de prelúdio para um esporte mais específico.

- Como está o menino. Cada criança amadurece em um ritmo diferente, então sua altura, peso e habilidades são diferentes em comparação uns com os outros. Ser mais alto ou mais baixo, ser mais coordenado ou não ser são variáveis ​​que incomodam a criança praticando determinado esporte.

Além disso, é possível que as crianças, devido à superproteção que recebem em casa, tenham medo de se machucar ou crianças perfeccionistas que agem por medo de não conseguir acompanhar o ritmo adequado. Os pais devem parar e pensar sobre os pontos fortes, habilidades e personalidade de seus filhos para ajudá-los a encontrar a atividade certa.

O esporte individual ou em grupo será melhor para a criança dependendo dessas habilidades. O objetivo será que a criança não se frustre, não queira continuar jogando e não se afaste do esporte.

Você pode ler mais artigos semelhantes a Atividades físicas para crianças que não querem praticar esportes, na categoria Esportes no site.


Vídeo: Rotina de Exercícios Diários: Dia 1 Queime Gordura + Exercícios de Bumbum e Pernas (Dezembro 2021).